Vença os desafios desse setor

A educação infantil foi uma das mais impactadas em decorrência da pandemia: dados da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) mostram que um terço das crianças não têm acesso a aulas remotas na pandemia e outras 120 milhões de crianças em idade pré-escolar estão sem ensino.

Esses números alarmantes mostram o abismo entre aqueles que conseguem estudar e aqueles que não têm a mesma chance. É preciso pensar, propor e indicar soluções para sanar essa defasagem o quanto antes, e esse será o diferencial dos educadores no futuro.

O desafio dos profissionais da educação é muito grande e o impacto poderá ser sentido nos anos vindouros: abandono da vida escolar, analfabestimo e trabalho infantil são só alguns dos problemas que deverão ser combatidos através do ensino e de outras ferramentas.

O que fazer diante desta situação? Se preparar e antecipar demandas: a área da educação precisará de profissionais capacitados e prontos para atuar nessa nova realidade, usando cada vez mais a tecnologia, com muita competência e conhecimentos atualizados.

Cabe aos profissionais de educação, num mundo pós-pandemia, tentar ao máximo diminuir a desigualdade evidenciada por essa situação e oferecer o reforço necessário aos estudantes que ficaram desassistidos durante esses meses – ou anos.

Não apenas estudantes do ensino fundamental e médio foram afetados, mas estudantes de todos os níveis acadêmicos enfrentaram dificuldades durante esse período, adotando o modelo à distância às pressas, muitas vezes sem preparo algum.

Por isso, o profissional de educação pós-graduado terá o desafio de atender e lidar com diferentes públicos, onde for solicitado, propondo soluções e remediando o que foi feito até agora, melhorando os processos onde podem haver melhorias.

Resgatar essas crianças e suas famílias, encontrar formas de ensiná-las e de fazê-las permanecer na escola será um diferencial que todo educador deverá ter. Essa situação não acomete apenas o Brasil, mas outros países do mundo enfrentam o mesmo problema.

Se os educadores do futuro, governantes, professores e outras pessoas interessadas não se mobilizarem pela educação, uma geração inteira de estudantes poderá ser afetada, abandonar os estudos e não se desenvolver de maneira satisfatória.

A Faciba tem um compromisso com a educação e oferece pós-graduações na área da educação com o objetivo de entender e propor soluções para a educação infantil – e em outras fases também – formar profissionais capacitados e preparados para enfrentar todos os desafios que se apresentem.

Venha estudar com a gente! Oferecemos mais de 1000 cursos de pós-graduação em diferentes áreas.

agencia