Saiba mais

Para ter êxito nos seus planos, entender seus desejos, se organizar, ter foco e planejamento para assumir uma direção é importante exercitar o autoconhecimento. Quando você sabe quem você é e descobre seus talentos, fica fácil tomar boas decisões.

Em entrevistas de emprego, em dinâmicas e outras situações, normalmente as pessoas são questionadas sobre quem elas são. Quando não há um preparo antes, algumas pessoas relatam um “branco” e dizem que esqueceram quem elas são.

Estar preparado para essas situações é muito importante, mas é ainda mais importante ter uma consciência clara de quem você é, quais são os seus sonhos, os seus objetivos, o que o inspira e também o que você rejeita.

Ao longo dos anos essas noções vão ficando mais claras: depois de algumas experiências profissionais e estudantis você consegue apontar o que funciona e o que não funciona para você, por exemplo.

Algumas pessoas estudam melhor em grupo, outras, sozinhas. Algumas pessoas trabalham melhor em equipe, outras preferem desenvolver suas tarefas na companhia de si mesmas. Algumas pessoas trabalham melhor pela parte da manhã, outras, de noite.

Seja qual for a sua preferência, é importante que você tenha ciência sobre ela e invista em tarefas e estudos que as contemplem. Assim, as suas chances de sucesso aumentam.

É claro que a flexibilidade e a adaptabilidade também são importantes, afinal, nem sempre as situações saem como planejado e você consegue aliar o que você gosta de fazer com o que você precisa saber.

Investir em autoconhecimento caso os seus pontos fortes, pontos fracos, gostos, preferências e habilidades ainda não estejam claros para você é fundamental. Nunca é tarde para começar.

O autoconhecimento permite que você reconheça suas falhas, aceite críticas construtivas a respeito delas e busque transformar esse comportamento em outro, que lhe traga resultados melhores.

Apenas ter uma imagem clara de si não é suficiente: é preciso buscar a melhoria constante. Por exemplo: digamos que você tenha identificado que é uma pessoa que não consegue chegar nos lugares no horário combinado.

Ao invés de aceitar esse traço, é preciso buscar maneiras de contorná-lo e transformá-lo.

Se você é uma pessoa que gosta muito de aprender, por exemplo, é interessante explorar essa habilidade e investir em novos conhecimentos.

Olhar para si mesmo é o começo para identificar comportamentos que geram resultados negativos e, a partir daí, transformá-los. Empresas buscam por profissionais que já tenham essa competência bem desenvolvida e que consigam ajudar os outros a chegar lá também.

Sempre é possível melhorar o seu autoconhecimento e obter oportunidades melhores.

agencia